Revestimento a zinco ou lacagem - porque preferimos a lacagem no tratamento das superfícies?

Pode-se galvanizar a quente ou pintar a armação em aço de um edifício coberto de PVC. Inúmeros testes, cálculos e 45 anos de experiência convenceram-nos de que a lacagem da armação em aço de edifícios cobertos de PVC é superior à galvanização a quente. Aqui vão quatro factos chave que mostram porque é que nós, como pioneiros na construção de edifícios, pensamos que a lacagem é o melhor modo e o mais amigo do ambiente de proteger armações de edifícios e construir edifícios que durarão várias décadas.

1) O tecido de cobertura de um edifício coberto de PVC durará mais tempo

A lacagem torna a superfície de uma armação de aço perfeitamente lisa e dura. A superfície pintada funciona maravilhosamente bem com o tecido da cobertura revestido a PVC. O tecido não se desgastará nem ficará manchado, por muito que roce contra a armação de aço.

A galvanização a quente deixa muitas vezes a superfície do ar rugosa, com irregularidades potencialmente aguçadas. O tecido de cobertura mover-se-á sempre ligeiramente, especialmente em áreas ventosas, aeroportos e portos, e cargas pesadas de neve empurrarão o tecido contra a armação. Um revestimento rugoso de zinco fere o tecido por fricção, resultando em danos ao longo dos anos. O tecido da cobertura dos nossos primeiros edifícios com armações lacadas está como novo, mesmo após 30 anos.

Só usamos aço galvanizado para armações que não entram em contacto com o tecido da cobertura. As tubagens galvanizadas a quente que usamos em estruturas interiores são fabricadas numa linha contínua que torna a superfície do tubo mais lisa do que o faria um revestimento por mergulho em zinco quente.

revestimento em pó

2) Proteção que suporta corrosão dos níveis C4 e C5

Armações de aço lacadas podem suportar as condições de corrosão dos níveis C4 e C5. Nestas condições, a armação está sob uma carga ambiental significativa devido a ácidos, água do mar ou químicos.

Um edifício feito de aço galvanizado a quente com misturas básicas só pode ser usado em condições de corrosão de nível C3 ou inferior. Suportar condições de categoria C3 poderá bastar para alguns fins, mas precisamos de pensar sobre o valor de um edifício a longo prazo. A baixa categoria ambiental limita o números de utilizações finais potenciais que o edifício poderia ter no futuro.

Se a armação de um edifício é lacada, o edifício pode ser usado, por exemplo, com instalação de armazenamento para fertilizantes artificiais, sal ou químicos; edifício de compostagem e reciclagem; armazém num porto ou pavilhão de natação.

Revestimos as nossas tubagens com uma liga de zinco misturada com magnésio e alumínio. Este revestimento de zinco tem uma resistência à corrosão significativamente melhor do que um revestimento galvanizado a quente tradicional.

3) A lacagem é amiga do ambiente

Tem-se dito que a galvanização a quente é amiga do ambiente por dá à armação galvanizada uma vida útil longa. Mas armações de aço lacadas têm exatamente a mesma vida útil.

A preparação do zinco exige muito mais energia do que a preparação da tinta de lacagem. O processo de aplicação usa, também, uma grande dose de energia. O zinco tem de ser primeiro aquecido num recipiente a aproximadamente 420 ºC para o derreter. O objeto a ser galvanizado é então mergulhado na liga fundida. Na lacagem, o objeto é aquecido até aos 160 ºC. A tinta adere à superfície quando o objeto estiver suficientemente quente.

A galvanização a quente é um método que exige frequentemente idas adicionais à instalação de galvanização, ao passo que a lacagem pode ser feita no mesmo local dentro da nossa secção de pintura. A pegada de carbono global da lacagem é, de facto, menor.

Para melhorar a bondade ambiental do nosso processo de pintura, em 2013 mudámos de pintura por pulverização para lacagem automatizada. A lacagem não requer o uso de substâncias solventes, o que melhora as nossas condições de trabalho e reduz as descargas químicas. A quantidade de desperdícios de tinta foi também reduzida significativamente. Mais ainda, usamos limpeza por bola mecânica para limpar superfícies de aço, que produz menos emissões do que limpeza química normal.

lacagem

4) Revestimento duradouro e fácil de limpar

A lacagem dá à armação de aço uma proteção mais forte do que outros métodos de tratamento da superfície. Testes executados pela Teknos mostram que uma armação de aço lacada com um acabamento de camada dupla suporta até as condições mais difíceis. Segundo os testes de aderência, as qualidades de adesão da laca quando é aplicada a aço são de primeira categoria: a pintura suportou até quatro vezes o requisito padrão de resistência no teste de estiramento. Isto garante que ferrugem não consegue penetrar na superfície pintada em nenhumas circunstâncias.

Uma superfície de aço lacada lisa e dura é também fácil de limpar. As armações são normalmente pintadas de cinzento claro, o que faz o edifício parecer mais espaçoso e claro no interior. Mas a tabela de cores RAL tem muitas opções à escolha. Por exemplo, pavilhões desportivos construídos para serem usados no Reino Unido são usualmente pintados de branco para condizerem com a cobertura e os resultados finais têm sido lindos. Uma superfície porosa revestida a zinco absorve sujidade e é mais difícil de pintar por causa da textura rugosa. Vigas de aço revestido a zinco acabam, frequentemente, por rasgar o tecido e manchá-lo no interior ao longo dos anos.

Por estas razões, muitos dos nossos clientes têm preferido que o seu edifício seja lacado. Leia este artigo para saber como o nosso cliente austríaco Rema escolheu a Best-Hall depois de aprender mais sobre estruturas e métodos de tratamento de superfícies.

Ainda não está convencido? Contacte-nos e dir-lhe-emos mais sobre o nosso método de lacagem e resultados de testes!

19.09.2019 | Blog

Uma estrutura de aço pintada é uma solução durável e responsável

Armações de aço pintado em edifícios suportam durante décadas até condições difíceis. Para além disto, a superfície pintada tem vários outros benefícios tanto para o dono do edifício como para o ambiente.... Leia mais